02/07/2019 09:45:00

Renato reclama de falta de gestão na Cooperativa que presta serviços ao município

Autor: Tribuna Livre - explicações pessoais

Segundo disse em tribuna livre ontem (01.07), a cooperativa Copserv’s não tem gestão e por isso não devolve em serviço o que é pago para ela, além de muitas vezes a execução errada promover desperdício de material. Isso porque disse ter presenciado ontem pela manhã os funcionários pintando as guias de calçada sem antes fazer a limpeza da terra.

Vendo isso, procurou o secretário de finanças de Vera e um representante da empresa para reclamar da falta de alguém que oriente os funcionários, pois como é uma empresa privada a Prefeitura não pode gerir, apenas reclamar para o diretor responsável que não fica em Vera.

No último mês de maio, Renato soube que somente aos funcionários da cooperativa que fazer serviços na secretaria de Obras foi repassado R$ 105 mil e o custo total da cooperativa fica em torno de R$ 200 mil mensais.

Além disso, reclamou que vê constantemente os funcionários da cooperativa parados e o que foi justificado que é por causa do sol, mas ele não entende, e deu o exemplo dizendo sobre os “Catadores de raiz”, que trabalham no sol um dia inteiro e não reclamam enquanto os cooperados trabalham muitas vezes na sombra e mesmo assim negligenciam o serviço.

O assunto é constantemente abordado pelo vereador que justifica que é preciso cobrar da cooperativa para que preste o serviço condizente com o que recebe do município, pois a cidade está totalmente suja e a população sofrendo com problemas de gestão como é o caso da região do Supermercado Pavão e Auto Posto Vera, onde existe valetas na via e causam transtorno as pessoas que ali transitam e ainda mais aos comerciantes do local.

Neste ponto Gilmar Moro, que é líder o executivo pediu a palavra e concordou com Parra, inclusive dizendo que por diversas vezes cobrou o secretário de Obras e também o prefeito que ligou para o secretário, mas mesmo assim nada foi feito para amenizar o transtorno. Mesmo assim disse que vai levar novamente a demanda ao executivo e disse que vê muitas coisas erradas também.

O presidente Antônio ainda acrescentou o problema na rotatória em frente à própria Prefeitura que está demorando a ser concluída e causando problemas.

Adalto então afirmou que também já cobrou providências acerca desses problemas na Av. Brasil e que foi informado que já tinha sido feito um aditivo para que a empresa que faria o asfalto no bairro Sol Nascente também consertasse o pavimento da Avenida, mas já são duas empresas que desistiram da obra e nem a prefeitura toma providências.

Para finalizar, Renato disse que espera uma resolução desses problemas, tanto da cooperativa como do asfalto em breve.

 

FOTOS DA NOTÍCIA Clique na foto para abrir