26/08/2020 09:57:00

Vereadores sugerem ação civil pública no MP e Prefeitura e concessionária pedem 15 dias de prazo

Autor: Assessoria de Comunicação - Câmara Municipal de Vera

Após cerca de três horas de reunião e sem nenhuma resposta conclusiva por parte do coordenador da Águas de Vera, os vereadores sugeriram e entrada junto ao Ministério Público (MP) com um abaixo assinado da população e o pedido de Ação Civil Pública.

A reunião aconteceu na manhã terça-feira (25/08) na Câmara Municipal e além dos vereadores, estiveram presentes representante do Executivo, da Ager/Sinop (Agência Reguladora de Sinop), da Águas de Vera e algumas pessoas representando a sociedade em geral respeitando o distanciamento social.

São recorrentes as reclamações feitas por vereadores de forma pública quanto aos problemas no trabalho da empresa Águas de Vera. Por força de Lei Federal, foi adicionado a todo processo uma empresa para fiscalizar a distribuidora, e agora além do mau serviço da concessionária também tem a falta de clareza e dificuldade das pessoas em entrar em contato com a fiscalizadora (AGER/SINOP) e conseguir uma solução.

Além dos valores abusivos nas faturas que chegaram a ter 530% de aumento, de posse das tabelas com as taxas cobradas, o vereador Vilmar Scherer verificou que os valores das taxas são absurdos pois um aumento considerado normal seria em até 50% para consumo maior.

O coordenador da Águas de Vera, Tiago Holtz durante suas falas e respostas apenas justificou que pode haver vazamentos nas residências e isso causou o aumento no consumo, falou dos canais de atendimento online e também, que sim pode ter havido erro na leitura, além de usar a pandemia do novo coronavirus para justificar falta ou o atendimento precário.

Isso porque os Vereadores explicaram que muitas pessoas mais humildes não tem acesso ou não sabem como usar esses serviços na internet e não têm tempo de ficar numa fila de espera no atendimento telefônico, elas não podem ser ignoradas ou obrigadas a aprender a utilizar esses canais na internet.

A diretora operacional da Ager/Sinop, Patricia Amorim, mesmo ouvindo dos vereadores que eles tentaram atendimento pelos canais de internet e telefone, disse que não há reclamações registradas na empresa contra a Águas de Vera. Também usou a palavra a gestora de regulação da Ager, Rayla, que falou sobre taxas cobradas, e informou os números de telefone para reclamações (66) 3533-4000 e (66) 9.9957-7971.

Após serem cobrados de uma ação efetiva, o secretário de administração da Prefeitura, Roberto Dambros pediu o prazo de 15 dias para uma resposta e diante disso o presidente Antônio Pena Fiel sugeriu então que ficasse pré marcada uma nova reunião no dia 04 de setembro onde deve vir uma resposta ou será judicializada a questão junto ao MP.

 

FOTOS DA NOTÍCIA Clique na foto para abrir