18/10/2019 09:38:00

Vai até dia 25 de outubro a Campanha de Vacinação contra o Sarampo

Autor: Elizeu Teixiera, com inf. da Ass. de Imprensa da Prefeitura

A Organização Mundial da Saúde divulgou que está havendo um surto da doença no país
A doença poder causar complicações como cegueira e infecções generalizadas com risco de morte

A campanha irá imunizar crianças de 06 meses a menores de 5 anos 11 meses e 29 dias, com o dia D de vacinação no dia 19 de outubro. E Vera está seguindo este cronograma tendo em vista que nos dois Postos de Saúde irá realizado o dia D neste sábado (19) das 08h às 16h30.

“Neste sábado será dia “D” de intensificação sobre a vacina do sarampo. É muito importante que pais tragam as crianças para receberem a vacina por que está tendo surto no país. Todas as crianças que não tiverem comprovação desta vacina que os pais tragam para que as equipes possam estar conferindo para saber se está tudo certo com a do sarampo. Lembrando que o dia D será realizado nos dois PSFs sem fechar para o almoço”, ressaltou.

A meta é vacinar 2,6 milhões crianças na faixa prioritária e 13,6 milhões adultos. Para isso, o Ministério da Saúde garantiu a maior compra de vacinas contra o sarampo dos últimos 10 anos. Ao todo, 60,2 milhões de doses da tríplice viral foram adquiridas para garantir o combate à doença nos municípios. Nos últimos 90 dias, o Brasil registrou 5.404 casos confirmados de sarampo. Dos casos confirmados nesse período, 97% (5.228) estão concentrados em 173 municípios do estado de São Paulo, principalmente na região metropolitana. Os outros 176 casos foram registrados em 18 estados (RJ, MG, MA, PR, PI, SC, RS, CE, MS, PB, PE, PA, DF, RN, ES, GO, BA E SE).

Vacinar contra o sarampo é importante para evitar complicações como cegueira e infecções generalizadas que podem levar a óbito.

Em um relatório divulgado no dia 12 de agosto, a Organização Mundial da Saúde (OMS) informou que 364 808 casos de sarampo foram notificados de janeiro a julho de 2019, em 181 países. O número é quase três vezes maior do que o do mesmo período de 2018 – na ocasião, foram 129 239 infecções.

Fonte: Ass. de Imprensa da Prefeitura